Notícia

CAPACITASUAS

Secretaria do Estado de Assistência e Desenvolvimento Social
Quinta, 28 Julho 2016 10:37

Ufal vai ofertar cursos para profissionais dos municípios pelo CapacitaSuas

Ufal vai ofertar cursos para profissionais dos municípios pelo CapacitaSuas

Reitora assinou contrato com a Seades para iniciar prestação do serviço voltado para sevidores que atuam na Assistência Social

Reitora Valéria Correia e secretário da Seades, Fernando Pereira, durante assinatura do contrato

Thâmara Gonzaga – jornalista

Profissionais dos 102 municípios alagoanos, que trabalham com a política de Assistência Social, terão acesso a cursos por meio do Programa Nacional CapacitaSuas. As capacitações serão realizadas pela Universidade Federal de Alagoas (Ufal), com oferta de 2.778 vagas e oito cursos.

A assinatura do contrato para prestação do serviço foi nessa terça-feira (2), no Gabinete da Reitoria. O secretário de Estado de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades), Fernando Pereira, e demais servidores da pasta foram recebidos pela reitora Valéria Correia. “Esse momento representa uma parceria importante entre Ufal e Seades na melhoria dos serviços prestados à população. Vamos somar esforços, na compreensão da importância desse compromisso”, argumentou Correia.

“Fico muito feliz em fazer parte dessa importante história e reforço a disponibilidade da secretaria para acompanhar todas as etapas do programa”, afirmou o secretário Fernando Pereira. “Vamos nos mobilizar, inclusive, no contato direto com os gestores municipais para motivar a participação dos servidores”, reforçou o superintendente de Avaliação e Gestão da Informação da Seades, Rodrigo Araújo. O vice-reitor José Vieira, a pró-reitora de Extensão, Joelma Albuquerque, o chefe de Gabinete, Fernando Medeiros, e a professora da Faculdade de Serviço Social (FSSO) e coordenadora-geral do CapacitaSuas na Ufal, Margarida Santos, também estiveram presentes.

Na ocasião, a coordenadora relembrou os momentos de dificuldades até chegar ao dia da assinatura do contrato, mas destacou que prevaleceu o “entendimento entre a Universidade e a Seades, além de um apoio mútuo”. “Por meio do CapacitaSuas, buscaremos melhorar o serviço, a qualidade do atendimento. Muitos que trabalham na área desconhecem como funciona o Sistema Único de Assistência Social [Suas]. Teremos capacitações contemplando as várias áreas de atuação”, disse.

Os cursos, informou Margarida Santos, são financiados pelo Governo Federal e a responsabilidade dos municípios será com o deslocamento e hospedagem dos servidores. “Há recursos específicos do próprio Suas os quais os gestores municipais podem utilizar para capacitação de pessoal”, esclareceu.

A professora enfatizou o quanto é significativo o fato das capacitações serem ofertadas pela universidade alagoana. “Em alguns estados, o CapacitaSuas vem sendo feito por instituições particulares, muitas vezes, até de outros locais, sem conhecimento da realidade”, pontuou. “Foi muito importante a Ufal ganhar essa possibilidade de desenvolver esse programa, porque estamos aqui. Não é algo que vamos entrar sem conhecimento de causa. Sabemos quais são os problemas, as dificuldades existentes e vamos trabalhar para melhorar a situação”, afirmou a docente que, há 17 anos, estuda a assistência social, com mestrado e doutorado na área.

Sobre o CapacitaSuas

O Programa Nacional de Capacitação do Sistema Único de Assistência Social (CapacitaSuas) é uma iniciativa do Governo Federal, por meio do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário (MDS), em execução no Brasil desde 2013. O objetivo, segundo a coordenadora-geral na Ufal, Margarida Santos, é promover a capacitação de gestores e profissionais que atuam no Suas, além de pessoas que fazem parte dos conselhos de controle social do sistema.

Pela metodologia do programa, explica a professora, as secretarias de assistência social dos estados têm a responsabilidade de selecionar a instituição de ensino superior responsável pela execução do programa.

“São diversas as formas de promover o programa nas unidades da federação, mas o estado de Alagoas escolheu o contrato. Por conta dessa modalidade escolhida, a Ufal teve que participar de um pregão eletrônico”, diz. “A Universidade foi a única a entrar e apresentar proposta. Por isso, ganhamos a possibilidade de executar o CapacitaSuas”, afirma a coordenadora.

Segundo a professora, existe uma rede nacional de instituições habilitadas para fazer essa capacitação. Atualmente, são mais de 110 em todo o país. Em Alagoas, são três, contando com a Ufal. Ela esclarece que essas instituições podem realizar cursos, por meio do CapacitaSuas, em qualquer lugar do país.

Recentemente, a Universidade foi convidada para realizar uma etapa do programa no Acre, mas não foi possível atender. “Já é uma série de dificuldades para realizar no local de origem, e se deslocar para outro estado eleva muito os preços, por conta de deslocamento”, justifica.

CapacitaSuas em Alagoas

Há três anos, relembra Margarida Santos, uma equipe da Ufal trabalha para realizar o CapacitaSuas em Alagoas. “Os recursos financeiros para execução deste programa já estão nos cofres do Estado desde 2013. Tentamos naquele ano, em 2014 e 2015, mas, por questões de datas, encerramento de ano civil e mudanças de gestão no governo estadual, as propostas não andavam”, afirma. “Conseguimos estabelecer uma interlocução mais continuada com os técnicos da Seades para avançar nas negociações. Em 2016, conseguimos, de fato, avançar com a proposta”, destaca.

Segundo a docente, pelo contrato, a oferta será de 2.778 vagas, com a realização de oito cursos presenciais, destinadas aos profissionais que atuam na política de Assistência Social nos municípios de Alagoas. “Na maioria dos casos, serão direcionados a profissionais do nível superior, apenas um curso vai ser aberto para o nível médio”, diz. De acordo com a coordenadora, atualmente, além do assistente social, trabalham no Suas psicólogos, pedagogos, formados em direito, fisioterapeuta, além de outros profissionais.

 “Preferencialmente, deverão ser capacitadas pessoas do quadro efetivo do município, para garantir a eficácia do programa. E são os próprios municípios que deverão divulgar as oportunidades e realizar uma pré-seleção. A Universidade não participa das etapas de seleção de candidatos”, afirma.

Os cursos, com oferta em Maceió, Arapiraca e Delmiro Gouveia, serão presencias, de 40h cada, realizado em uma semana e com, no máximo, 40 pessoas por turma. As capacitações serão gratuitas, ministradas por professores da Ufal, de outras instituições que tenham curso de Serviço Social ou, ainda, por profissionais que tenham no mínimo dois anos de experiência na assistência social.

Sobre a importância de trazer o CapacitaSuas para Alagoas, Margarida Santos destaca “a possibilidade dos servidores que executam a política conhecê-la melhor e, em alguns casos, até começar a conhecê-la”. Segundo a coordenadora, muitos ainda têm grandes dificuldades em lidar com elementos que são exigidos para o serviço. “O conhecimento da própria política, da dinâmica de um Cras [Centro de Referência da Assistência Social], de um Creas [Centro de Referência Especializado de Assistência Social], da relação entre eles, do controle social e do papel dos conselheiros são elementos básicos para que o sistema funcione bem, adequado à proposta da Política de Assistência”, argumenta. “Com isso, esperamos melhorar a qualidade do serviço para que as pessoas sejam atendidas de forma adequada, para que o servidor saiba como proceder, qual encaminhamento fazer diante de determinada demanda. Esse será o grande desafio”, conclui.

 

Fonte: http://www.ufal.edu.br/noticias/2017/5/ufal-vai-ofertar-cursos-para-profissionais-dos-municipios-alagoanos-pelo-capacitasuas